Gustavo Bettini e Lia Lubambo fotografam a noite no Sertão

É comum ver imagens do Sertão nas quais a luz solar incide com força sobre a cena. Os fotógrafos Gustavo Bettini e Lia Lubambo, no entanto, buscaram outra luz, outra maneira de ver este lugar e as pessoas que nele habitam. Todas as fotos da exposição Entremeios foram feitas à noite, com a luz da lua e das estrelas delineando a vegetação, as construções, os caminhos, revelando a imagem de um vaqueiro sentado ao lado de um candeeiro ou tocando uma sanfona de 8 baixos em casa. Imagens como estas compõem a mostra que será inaugurada com um evento para convidados na terça-feira (18/03/2014), às 19h, pela Arte Plural Galeria (Bairro do Recife).

“Eu e Lia somos apaixonados pelo Sertão. Começamos a pensar em como retratar a região de maneira mais poética, fugindo dos estereótipos. Então, pensamos: ‘Por que não fotografar o Sertão à noite?'”, lembra Gustavo.

A dupla passou por vários lugares. Dedicava a tarde à busca por locações. Voltava a elas depois do entardecer e seguia fotografando até retornar para casa, já pela manhã. Gustavo e Lia escolhiam o enquadramento e faziam os ajustes juntos (por isso, os dois assinam cada foto).

O azul do céu é intenso. Em algumas imagens, contrasta com a iluminação amarelada das casas. Em outras, o rastro das estrelas ou sombras aparecem graças à longa exposição (quando o obturador da câmera fica muito tempo aberto, permitindo a entrada de luz).

A curadora Simonetta Persichetti (SP) escreveu sobre esta escolha de Lia e Gustavo por trabalhar somente com a luz natural: “O Sertão pernambucano aparece nestas imagens imortalizado por uma luminosidade que relembra os impressionistas. Afinal, foram eles, que no final do século XIX afirmaram não pintar as árvores, mas o verde, não pintar o céu, mas o azul”.

Lia e Gustavo encontraram lugares como um posto de gasolina e uma igreja que parecem distantes de outras construções. Vê-los assim pode remeter o observador a uma paisagem calma, silenciosa, mas os fotógrafos também revelam os sons da noite sertaneja- mostrados em Entremeios junto a objetos e aromas.

“A gente gravou áudios, fizemos algumas experiências ouvindo as pessoas. A noite não era silenciosa. A gente estava fotografando e um cachorro latia, passava um bode. Tentamos trazer um pouco disso para exposição”, explica Gustavo.

Arte Plural Galeria – Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife. Fone: 3424-4431.

Entremeios Gustavo Bettini Lia Lubambo (4)Entremeios Gustavo Bettini Lia Lubambo (2)

Entremeios Gustavo Bettini Lia Lubambo (1)
Fotos: Gustavo Bettini e Lia Lubambo

* O texto foi originalmente publicado no Jornal do Commercio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s