Game of Thrones gera expectativa com a Batalha dos Bastardos

Aviso: O texto contém spoilers.

A sexta temporada da série Game of Thrones (GoT) está perto do fim e, com isso, o público já sabe que terá alguns meses de espera pela frente. Mas não é só por este motivo que o episódio exibido pela HBO neste domingo (20/6), às 22h, gera tanta
expectativa: Ele mostrará a Batalha dos Bastardos, com os exércitos liderados por Jon Snow (Kit Harington) e Ramsay Bolton (Iwan Rehon) se enfrentando em Winterfell.

Os fãs sabem que há grandes chances de que o 9º episódio de cada temporada de Game of Thrones seja escolhido para grandes acontecimentos, vide o que ocorreu até agora: Eddard Stark (Sean Bean) morreu (1ª), Stannis Baratheon (Stephen Dillane) atacou Porto Real (2ª), houve o Casamento Vermelho (3ª), os “selvagens” investiram contra a muralha (4ª) e Shireen Baratheon (Kerry Ingram) morreu (5ª). Na sexta temporada, não deve ser diferente. Mas, como dica sobre o que vai acontecer, a HBO informa apenas que: “Termos de rendição são rejeitados e aceitos”.

É, se os resumos dos episódios de GoT já costumam ser um tanto misteriosos, ao contrário do que as TVs brasileiras fazem com suas novelas, o público da série terá ainda menos informações disponíveis desta vez. A HBO decidiu não divulgar as sinopses deste e do último episódio da sexta temporada, limitando-se ao trailer e algumas fotografias.

As fotos foram publicadas pela revista norte-americana Entertainment Weekly (EW), que entrevistou o diretor dos últimos dois episódios da sexta temporada de GoT, Miguel Sapochnik. Ele também foi responsável por Hardhome, o oitavo episódio da quinta temporada.

Miguel contou à publicação que, para a Batalha dos Bastardos, os criadores da série, David Benioff e Dan Weiss, queriam algo espetacular, fazendo uso de recursos aos quais eles ainda não tinham acesso nas duas primeiras temporadas da atração da
HBO. “Eu estava particularmente interessado em mostrar tanto o terror da guerra quanto a sorte que é preciso ter na luta”, completa o diretor.

Essa afirmação dele combina com o que Jon Snow diz no início do trailer. Seria uma pista de que o personagem será o vencedor, mesmo contando com um exército menor? Sendo assim, quem morrerá no campo de batalha?

A EW também entrevistou o intérprete de Ramsay Bolton. Iwan Rheon afirmou que há muito tempo desejava que o personagem dele enfrentasse Jon Snow. “Ele é a antítese de Ramsay. Eles são quase um yin e yang. Ambos vêm de um lugar tão parecido ainda que sejam tão diferentes. E, embora sejam inimigos, os dois chegaram tão longe sendo bastardos, o que é quase incompreensível (no contexto da série), e agora estão enfrentando um ao outro. Eles não poderiam ser mais diferentes, nem mais semelhantes”, avaliou o ator.

De acordo com os dados publicados pela EW, a gravação da Batalha dos Bastardos demandou o trabalho de 600 pessoas (foram quatro equipes de filmagem), além de 500 figurantes para formar os dois exércitos. Com efeitos visuais, o número de soldados presentes na batalha será multiplicado. Além disso, 25 dublês participaram desta sequência, que foi filmada em 25 dias (incluindo a luta e a parte dramática relacionada a ela).

Como a chuva torna lamacento o local onde as cenas foram feitas, na Irlanda do Norte, foram providenciadas 160 toneladas de cascalho para melhorar a tração dos 70 cavalos que participaram das gravações.

Daenerys Targaryen

Sem respostas sobre qual será o lado vitorioso desta guerra, ou sobre os personagens que podem sobreviver ao embate, o público ainda precisa aguardar o desenrolar dos outros núcleos da história. Quando o oitavo episódio terminou, Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) acabava de chegar à Mereen voando com Drogon. Ela encontrou a cidade sob um forte ataque feito pelos Sábios Mestres. Enquanto isso, os Greyjoy se aproximam e Daenerys planeja ir para Westeros.

Cersei Lannister (Lena Headey) escolheu a violência e o Montanha (Hafthór Björnsson) enfrentou seguidores da Fé Militante que apareceram querendo levá-la ao Alto Pardal (Jonathan Pryce). Mas ele não poderá fazer o mesmo por ela no julgamento por combate que Cersei gostaria de ter, pois o rei Tommen Baratheon (Callum Wharry) anunciou que esta modalidade está banida.

Com a decisão do filho, ao invés de ser representada pelo Montanha em um duelo, Cersei deve ser julgada por septões – e, pelos critérios religiosos, a situação da personagem fica ainda mais complicada. Uma alternativa para ela está relacionada à volta de Jaime Lannister (Nikolaj Coster-Waldau), já que as coisas em Correrrio parecem ter sido resolvidas.

Mas talvez Cersei não enfrente o tal julgamento por outro motivo, já que perguntou anteriormente sobre a veracidade de “certos rumores”. O diálogo da personagem não revelou muitos detalhes, mas pode ser que ela esteja pensando em usar reservas de fogo vivo existentes em Porto Real.

Um indício que leva a cogitar essa possibilidade é que a substância surgiu em uma das últimas visões de Bran Stark (Isaac Hempstead-Wright), personagem que ainda não reapareceu após ser resgatado pelo tio Benjen Stark (Joseph Mawle). Os novos rumos de Arya Stark (Maisie Williams) após uma fuga mirabolante pelas ruas de Braavos também podem render algo interessante.

Ex-companheiro de Arya pelas estradas, Sandor Clegane (Rory McCann), o “Cão”, reencontrou Beric Dondarrion (Richard Dormer) e Thoros de Myr (Paul Kaye) no episódio anterior. Para os fãs da saga de George R. R. Martin, havia mais em jogo nesta cena do que o destino dos três homens que estavam prestes a morrer enforcados: Com a volta da Irmandade Sem Bandeiras e o fato de Catelyn Stark (Michelle Fairley) ter sido citada algumas vezes nos últimos tempos, parte do público ficou na expectativa de que a Lady Stoneheart dos livros também marcasse presença na série de alguma maneira.

Na obra que inspirou a produção da HBO, integrantes da Irmandade encontram o corpo de Catelyn após o trágico Casamento Vermelho. Eles a trazem de volta à vida, assim como Thoros de Myr fez com Beric Dondarrion e Melisandre (Carice van Houten) fez com Jon Snow. Depois disso, Lady Stoneheart busca vingança contra as pessoas envolvidas no Casamento Vermelho.

A aparição da personagem não foi confirmada por ninguém da produção, talvez fique apenas como algo desejado por parte dos fãs. Mas ela não seria algo tão improvável em relação ao ponto em que está o roteiro da série, se forem levados em consideração o modo como Benjen Stark voltou para a história e os reencontros da família que vinha sendo esfacelada desde o início de Game of Thrones.

O texto foi originalmente publicado no Jornal do Commercio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s