Sharp Objects destaca o aspecto psicológico da obra de Gillian Flynn

Foto: HBO

Após o assassinato de duas jovens em um curto intervalo, a repórter Camille Preaker (Amy Adams) é enviada por seu editor para uma pequena cidade no interior dos Estados Unidos com a missão de escrever sobre o caso. A dificuldade da tarefa aumenta pelo fato de que experiência representa um retorno à cidade natal dela. A fictícia Wind Gap, no Missouri, é um lugar sufocante para a personagem principal da minissérie Sharp Objects (HBO).

Camille passará um tempo na mesma casa em que a mãe dela, Adora Crellin (Patricia Clarkson), com quem tem uma relação conturbada. Figura conhecida e respeitada na cidade, Adora parece viver em outra época pelo modo de vestir e se comportar. Logo se nota que ela tenta controlar a meia-irmã de Camille, a adolescente Amma (Eliza Scanlen), como não conseguiu fazer com a outra filha. As três atrizes criam uma dinâmica interessante entre as personagens.

A proximidade com a mãe e a irmã desperta sentimentos em Camille, que já apresentava um desequilíbrio psicológico. Aos poucos, passagens do período em que a protagonista viveu na cidade são reveladas para o espectador. Jean-Marc Vallée transforma algumas memórias e sensações dela em cenas que são como vírgulas pontuando a trama e às vezes parece que o tempo não passa mesmo em Wind Gap.

Sharp_Objects_HBO
Camille Preaker (Amy Adams) e Adora Crellin (Patricia Clarkson). Foto: HBO
sharp-objects2
Amma (Eliza Scanlen). Foto: HBO

Assim como Big Little Lies, primeiro projeto do canadense com a HBO e inspirada no livro da australiana Liane Moriarty, a minissérie Sharp Objects também é fruto da adaptação de um livro. No segundo projeto, o diretor trabalha com uma das obras da norte-americana Gillian Flynn.

Vejo algumas semelhanças entre Big Little Lies e Sharp Objects, ainda que as duas sejam construídas com ritmos distintos e a segunda seja bem mais soturna do que a primeira. Em ambas há um crime que ocorre em uma pequena cidade e, com isso, o passado dos personagens acaba sendo revirado.

Há também uma questão da estrutura do roteiro, na qual os dramas psicológicos de diversas pessoas vão sendo revelados paralelamente às investigações sem que isso necessariamente sirva para que o espectador descubra quem é o assassino.

sharp-objects1
Camille Preaker (Amy Adams) e Richard Willis (Chris Messina). Foto: HBO

Não usei a palavra investigação no singular porque o chefe de polícia Vickery (Matt Craven) e o detetive Richard Willis (Chris Messina) trabalham no caso por linhas diferentes, enquanto a própria Camille se aproxima do que aconteceu ao entrevistar os moradores da cidade para suas reportagens.

Camille entra nas casas das pessoas, entrevista familiares e os colegas, despertando a curiosidade em muitos deles. A cada passo dado nesse sentido, ela mexe mais na própria história. Sharp Objects, por sinal, foca mais nos aspectos psicológicos dos personagens e na construção dos relacionamentos entre eles do que no desenvolvimento de um suspense em torno do assassinato (ainda que haja surpresa quanto a isso).

Gillian Flynn

A autora de Gone Girl já comentou em entrevistas que gostaria de levar a história do livro para a TV. Desta maneira, disse Gillian Flynn, haveria mais tempo para explorar personagens e detalhes da história do que seria possível no filme já lançado. Garota Exemplar (2014), dirigido por David Fincher, tem Ben Affleck e Rosamund Pike na pele do casal Nick e Amy.

Acho que uma produção assim combinaria com a HBO, mas depois não encontrei mais notícias sobre o assunto (e nem sobre uma continuação de Sharp Objects, ainda que haja elementos na trama para que isso fosse feito).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s