Músicas que marcaram a trilha sonora de Game of Thrones

A música é fundamental na série Game of Thrones (HBO). A trilha sonora marcante na detalhada abertura, uma composição do alemão de ascendência iraniana Ramin Djawadi, e sequências como a  do Casamento Vermelho no episódio Rains of Castamere são exemplos disto. Por falar na fatídica cerimônia, existem ainda as participações especiais de músicos ao longo da série, entre eles Will Champion, do Coldplay, que aparece tocando para os convidados da festa que terminou em massacre.

Outro fato que reforça a relevância da música em GoT é que, para celebrar a oitava e última temporada, a HBO e a Columbia Records lançaram o projeto For The Throne (Music Inpired by HBO Seres Game of Thrones). O álbum foi lançado virtualmente no dia 26 de abril em diversas plataformas de streaming e também ganhará uma versão em vinil, que está em pré-venda, com 11 edições diferentes (nove representando as casas da série, uma com referência ao binômio fogo & gelo e ainda uma versão standard).

Participam do álbum For The Throne A$AP Rocky, Chloe X Halle, Ellie Goulding, Jacob Banks, James Arthur, Joey BadA$$, Lennon Stella, Lil Peep, Maren Morris, Matthew Bellamy, Mumford & Sons, Rosalía feat. A.CHAL, SZA, The Lumineers, The National, The Weeknd, Travis Scott, Ty Dolla $ign e X Ambassadors.

 

Power Is Power

O clipe de Power is Power se tornou um dos mais vistos do canal de Game of Thrones no YouTube e a música é dividida em três partes: Uma sobre Jon, outra sobre Daenerys e a última é dedicada aos White Walkers.

Não foi confirmado pelos artistas SZA, The Weeknd e Travis Scott que uma conversa entre Cersei Lannister (Lena Headey) e o Lord Baelish (Aidan Gillen) durante a segunda temporada de Game of Thrones tenha servido de inspiração para o título da música, mas a suposição faz sentido. Nas cenas, Little Finger diz a Cersei que “conhecimento é poder” e ela rebate que “poder é poder”.  De lá para cá, informações e articulações foram fundamentais para o destino de vários personagens.

Trilha sonora de Game of Thrones

Vencedor do Emmy 2018 com a música The Dragon and the Wall, que fez parte do último episódio da sétima temporada de Game of Thrones, Ramin Djawadi tem outro trabalho marcante na própria HBO, a trilha da série Westworld.

Quando comecei a acompanhar Game of Thrones, já pensava em como gostaria de ter um álbum daqueles em que a trilha sonora da obra é mesclada com trechos dos diálogos e sons de algumas cenas, a exemplo do material que foi feito para o filme Kill Bill.

Ramin Djawadi compôs livremente algumas músicas para Game of Thrones como Goodbye Brother, tema da família Stark. Em outros casos, o artista partiu de referências existentes na obra de George R. R. Martin. Saiba mais sobre elas abaixo:

The Rains of Castamere

No universo criado por George R. R. Martin, The Rains of Castamere foi composta quando Tywin Lannister (Charles Dance) vence a casa Reyne, que tinha desafiado o pai dele, Tytos. A música se torna uma espécie de hino para os Lannisters, que se juntaram aos Freys e Boltons para matar Robb Stark (Richard Madden) durante o Casamento Vermelho. Músicos do grupo The National aparecem na série tocando essa música, que ganhou um versão da banda Sigur Rós.

 

The Bear and the Maiden Fair

Uma das canções mais populares de Westeros é The Bear and the Maiden Fair, com uma letra sobre uma jovem resgatada por um urso. Ela aparece em cenários variados desde a primeira temporada da série, com destaque para o momento em que Brienne de Tarth (Gwendoline Christie) é forçada a lutar contra um urso e salva por Jaime Lannister (Nikolaj Coster-Waldau). Na série, a música é interpretada pela banda The Hold Steady e o vocalista do Snow Patrol, Gary Lightbody.

 

Jenny of Oldstones

No segundo episódio da oitava temporada, A Knight of The Seven Kingdoms, quando alguns personagens se reuniram em frente a uma lareira à espera da batalha contra o exército do Rei da Noite, a voz de Podrick Payne (Daniel Portman) cantando Jenny of Oldstones surpreende.

A canção composta por Ramin Djawadi ganhou letra completa dos showrunners da série, D.B. Weiss e David Benhioff. A música aparece várias vezes nos livros de George R. R. Martin e fala sobre uma personagem que viveu muito antes dos acontecimentos mostrados na série. Jenny de Oldstones, a mulher por quem Duncan Targaryen, um ancestral de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) e Jon Snow (Kit Harington), se apaixonou.

A letra sobre uma mulher que dança entre fantasmas suscitou muitas especulações – seria um presságio sobre o futuro de Daenerys ou uma referência ao fato de que neste ponto da série vários personagens estão lidando com seus próprios fantasmas do passado? No álbum For The Throne, Jenny of Oldstones é interpretada por Florence and the Machine.

The Long Night

Ramin Djawadi criou para o episódio da Batalha de Winterfell uma partitura que é como a de um filme de terror, alternando os momentos de alívio e os de suspense. Nos últimos dez minutos, quando parece que os vivos perderão a guerra ou que ao menos o público verá a morte de muitos personagens queridos, a câmera guia os olhos do espectador pelos diferentes cenários ao som de um piano.  Uma inspiração para o compositor neste trabalho foi justamente a trilha de Westworld.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s